Artigos

/Artigos

A vantagem de se valer da Arbitragem Judicial

2019-01-11T19:11:47+00:00

Usar a arbitragem judicial ao invés do tradicional judiciário coloca você na vanguarda do direito, isso porque é notório que o velho modelo de justiça é um grande paquiderme entalado em suas próprias paredes, pois é humanamente impossível que sejam dadas decisões como se o judiciário fosse um grande fast food. Os juízes altamente capacitados tem o dever de dar as melhores e mais bem fundadas decisões, afinal é isso que o cidadão espera do Poder Judiciário. Contudo o numero de juízes disponíveis a atender a população é muito inferior ao numero de processos que ingressam diariamente no judiciário que acumula Continue Lendo

A vantagem de se valer da Arbitragem Judicial2019-01-11T19:11:47+00:00

INDICAÇÃO DE LIVROS

2018-02-26T15:35:01+00:00

Mediar conflitos é uma necessidade amplamente discutida e estimulada no ambiente jurídico. Afinal, a partir dessa prática é possível facilitar o processo de litígio, tornando-o mais rápido e menos custoso, uma vez que não passa por todas as etapas judiciais.   Deseja dar mais agilidade para resolver as questões dos seus clientes por meio desse método? Livros sobre mediação de conflitos são uma excelente alternativa para aprofundar os seus conhecimentos na área e conseguir fazer acordos mais eficientes.   Para  ser um bom mediador de conflitos é necessário dominar as técnicas exigidas para conciliar os interesses das duas partes envolvidas em uma Continue Lendo

INDICAÇÃO DE LIVROS2018-02-26T15:35:01+00:00

Políticas Públicas em Resolução Adequada de Disputas (Res. 125/10 – CNJ)

2018-02-21T14:58:01+00:00

Objetivos pedagógicos: Ao final deste módulo o leitor deverá estar apto a: 1. Identificar os fundamentos das políticas públicas em Resolução Adequada de Disputas (RAD). 2. Compreender os objetivos do Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos. 3. Compreender as funções dos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania   A Resolução 125 e seus objetivos   A criação de uma resolução do Conselho Nacional de Justiça que dispõe sobre a conciliação e a mediação partiu de uma premissa de que cabe ao Judiciário estabelecer a política pública de tratamento adequado dos conflitos de interesses resolvidos no seu Continue Lendo

Políticas Públicas em Resolução Adequada de Disputas (Res. 125/10 – CNJ)2018-02-21T14:58:01+00:00

A MEDIAÇÃO NA ÁREA ESPORTIVA

2017-04-17T18:18:40+00:00

Assim como em qualquer assunto ou tema que possamos discorrer, também na área esportiva cabe a mediação. E, com certeza, ela é muito bem vinda nessa área também, isso porque ajuda a manter o bom relacionamento entre os envolvidos, tanto patrocinadores com patrocinados ou entre os próprios atletas e assim em todas as questões que podem envolver a relação esportiva. Dessa forma, podemos elencar alguns aspectos relevantes e que demostrarão que sua utilização só pode acrescentar maior sucesso ao fim das demandas.  1) Manutenção de Relacionamentos A maior vantagem da mediação frente as controvérsias que poderem ocorrer  consiste no poder de Continue Lendo

A MEDIAÇÃO NA ÁREA ESPORTIVA2017-04-17T18:18:40+00:00

O ADVOGADO NA MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM

2017-04-17T18:17:41+00:00

O grande intento da MEDIAÇÃO é evitar as longas demandas judiciais. Felizmente hoje é lei que os processos passem obrigatoriamente pela fase da mediação antes de seguirem seu curso já conhecido. Mas o fato da mediação anteceder ao processo em si, não significa que as partes tem a condição total de resolver suas demandas sem o auxilio do advogado. O próprio CPC prevê a mediação acompanhada de advogados! O que precisa mudar é o olhar da classe dos advogados para esses novos meios alternativos de solução de conflitos e perceber que eles são sobremaneira o instrumento necessário para que se faça Continue Lendo

O ADVOGADO NA MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM2017-04-17T18:17:41+00:00

MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM EM CONDOMÍNIOS. POR QUE NÃO ?

2017-04-02T23:56:08+00:00

Desde que surgiram os condomínios como um meio de moradia, tem-se observado um grande numero de litígios que se socorrem da justiça comum. Esse é o meio conhecido por todo o cidadão, mas que nem sempre resolve a contento, não pela decisão em sí, mas pela morosidade dos processos. Como uma alternativa para a resolução de conflitos, existem outros caminhos menos gravosos, mas com a mesma eficácia:  a mediação ou a arbitragem. Dessa forma, surgindo um problema no condomínio, o mesmo pode ser encaminhado sem maiores problemas para uma mediação, onde um terceiro intervém para ajudar as partes a solucionar a Continue Lendo

MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM EM CONDOMÍNIOS. POR QUE NÃO ?2017-04-02T23:56:08+00:00

Novo código acelera o rito de cobrança.

2017-03-23T17:28:28+00:00

Entrou em vigor no último dia 18 de março o Novo Código de Processo Civil, que acelera o rito de cobrança. De acordo com a novidade, agora é possível frear a alta na inadimplência no pagamento do condomínio mensal, ao permitir maior agilidade no rito de cobrança dos atrasos. As ações de cobrança de cotas de condomínio em atraso agora passam a ser consideradas títulos executivos extrajudiciais. A citação ao condômino devedor poderá ser feita por Correio, via carta registrada, bastando que o porteiro, um familiar ou vizinho assine o aviso de recebimento. O condômino terá três dias para se defender. Continue Lendo

Novo código acelera o rito de cobrança.2017-03-23T17:28:28+00:00

INSEGURANÇA JURÍDICA DIFICULTA A ARBITRAGEM NA ÁREA TRABALHISTA

2017-03-02T18:13:01+00:00

O novo Código de Processo Civil (CPC) aumentou a importância e a autonomia das decisões por arbitragem, abrindo o caminho para seu uso em casos trabalhistas. Porém, a insegurança jurídica nessa seara é um grande obstáculo para seu crescimento. O primeiro parágrafo do artigo 3º do código expressamente permite a arbitragem na forma da lei. Diz o ex-diretor da Associação dos Advogados de São Paulo e sócio da Moro e Scalamandré Advocacia, Luiz Carlos Moro, que o CPC realmente expressa que o estado promoverá sempre que possível a resolução consensual e por meio de julgamentos arbitrais. Contudo, Moro lembra que o Continue Lendo

INSEGURANÇA JURÍDICA DIFICULTA A ARBITRAGEM NA ÁREA TRABALHISTA2017-03-02T18:13:01+00:00

Artigo para revista Alec

2017-03-01T22:53:20+00:00

AFINAL O QUE É MEDIAÇÃO E ARBITRAGEM JUDICIAL NO NOVO CODIGO DE PROCESSO CIVIL? O instituto da arbitragem não é nenhuma novidade, no entanto sempre foi pouco difundida. Esse instituto, no Brasil, data de 1850 com sua previsão no Código Comercial, da época. Mas por ser pouco propagado, poucas empresas se utilizavam dessa maravilhosa ferramenta judicial. Em 1985, na comunidade europeia, se dá maior ênfase à arbitragem com a Lei UNCITRAL, que serve de base para a Arbitragem nacional promulgada em 1986, através da Lei 9307. Ainda assim, houve grande resistência por parte do Ministro Sepúlveda Pertence sobre a constitucionalidade da Continue Lendo

Artigo para revista Alec2017-03-01T22:53:20+00:00

Compartilhe