A vantagem de se valer da Arbitragem Judicial

//A vantagem de se valer da Arbitragem Judicial

Usar a arbitragem judicial ao invés do tradicional judiciário coloca você na vanguarda do direito, isso porque é notório que o velho modelo de justiça é um grande paquiderme entalado em suas próprias paredes, pois é humanamente impossível que sejam dadas decisões como se o judiciário fosse um grande fast food. Os juízes altamente capacitados tem o dever de dar as melhores e mais bem fundadas decisões, afinal é isso que o cidadão espera do Poder Judiciário.

Contudo o numero de juízes disponíveis a atender a população é muito inferior ao numero de processos que ingressam diariamente no judiciário que acumula mais de 26 milhões de processos em andamento.

Na vanguarda dessa justiça o mundo internacional se utiliza de arbitragem e mediação desde a promulgação da Lei Uncitral em 1985 e no Brasil temos a Lei de Arbitragem de 1996.

Caminhou a passos lentos a implantação dessa nova cultura, pois as vezes preferimos o ruim conhecido a se aventurar para o novo desconhecido e não diferente ocorreu com a arbitragem no Brasil, que sofreu muita resistência, inclusive da própria classe jurídica.

No entanto com a Resolução 125/2010 que prevê a implantação de novas politicas públicas deu-se notoriedade não só à arbitragem, mas a todos os meios alternativos de solução de conflitos (MASC) e à partir daí com a abertura de inúmeros CEJUSC´s  – Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania pelo território nacional, mas muito mais efetivamente no estado de São Paulo, tivemos um numero muito expressivo de redução de novos casos ingressando no judiciário.

Assim, nós da CALA – Câmara de Mediação e Arbitragem Latino Americana, fazemos parte de um grupo seleto de câmaras privadas a serviço do Tribunal de Justiça de São Paulo, como um longa manus do judiciário com o mesmo poder de decisão em casos de Arbitragem ou auxiliando os juízes nos casos de Mediação e Conciliação,  em suma  um agente articulador dos MASC´s.

Drª Marcia Raicher – CEO CALA

2019-01-11T19:11:47+00:00

Compartilhe